Atualmente, 57,4 milhões de pessoas sofrem com doenças crônicas no Brasil – ou seja, 40% da população. Esses dados são referentes a uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e revelam, ainda, que a maioria dos pacientes afetados por tais quadros são mulheres (44,5%). 

Entre as doenças crônicas mais comuns, estão a hipertensão e a diabetes, assim como as dores na coluna. Apesar de, em sua maioria, não terem cura, os sintomas dessas doenças podem ser controlados por meio do tratamento contínuo. 

A seguir, falamos dos diferentes aspectos do acompanhamento e tratamento de doenças crônicas. 

O que é uma doença crônica?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), doenças crônicas são de caráter permanente e incurável. Frequentemente, elas não têm uma somente uma causa, mas um conjunto de fatores que contribui para o seu desenvolvimento. 

Elas podem variar em intensidade de sintomas, mas, em sua maioria, causam grande desconforto nos pacientes, diminuindo a qualidade de suas vidas e deixando-os expostos a complicações de saúde. 

Por que o tratamento é tão importante? 

A OMS aponta que doenças crônicas não transmissíveis – como a diabetes, doenças cardiovasculares e respiratórias – são responsáveis por 74% das mortes no País. 

A maioria delas é causada por hábitos de vida pouco saudáveis, como o sedentarismo e o consumo de alimentos hipercalóricos ou açucarados. Um dos maiores aliados no combate às doenças crônicas, portanto, é a prevenção, mas o tratamento pode ser de grande ajuda na amenização de sintomas e manutenção da longevidade. 

Assim, listamos alguns dos pontos-chave para que o tratamento de doenças crônicas seja efetivo: 

Mudança de estilo de vida

Apesar da medicação ser importante durante o tratamento, ela não é tudo. O abandono de maus hábitos é um ponto importantíssimo no tratamento de doenças crônicas, como a diabetes e a hipertensão, por exemplo.

Adotar a prática de exercícios regulares e ter uma alimentação mais saudável são fatores que auxiliam as intervenções medicamentosas e podem garantir seu sucesso. 

Boa relação médico-paciente

Estudos também indicam que uma boa relação entre pacientes e médicos é um fator crucial para o desenvolvimento de uma relação de confiança que, por sua vez, aumenta as chances da adesão ao tratamento e de seu sucesso. 

Comprometimento com o tratamento

Ter uma doença crônica não é nada fácil, ainda mais ao considerar a quantidade de disciplina e esforço necessários para manter o tratamento de maneira regular. No entanto, viver com mais saúde certamente compensa. 

Por isso, os pacientes precisam, mais do que qualquer outra pessoa envolvida, entender a importância de seguir as recomendações médicas e tomar seus medicamentos nos horários previstos.

Nesse artigo, compilamos tudo o que você precisa saber antes de comprar remédios de uso contínuo. Dê uma lida! 

Você tem uma doença crônica, mas não tem plano de saúde? Conheça o Clude

O Clude é uma plataforma de saúde preventiva capaz de te fazer conseguir descontos em medicamentos em mais de 26 mil estabelecimentos no Brasil. 

A plataforma também oferece consultas a preço popular e orientação médica gratuita 24h por dia. Se procura por uma alternativa para quem não tem plano de saúde e uma farmácia com desconto fácil, acabou de encontrar. Acesse o Clude e comece a cuidar da sua saúde hoje!