O pediatra é o médico especialista em atendimento, diagnóstico e tratamento de crianças. Desde a gestação, a mãe da criança deve ir a consultas regulares com esse tipo de médico, para que todo o processo aconteça de maneira segura.

A grande questão que as mães têm a respeito dessa especialidade médica é a frequência com que devem fazer a consulta pediatra. É importante saber disso para que o feto, o bebê e posteriormente a jovem criança tenham todos os cuidados necessários durante a sua vida enquanto menor de idade. Acompanhe o post e veja qual é a frequência ideal para fazer uma consulta com o seu pediatra. Confira!

Todas as faixas de idade indicadas para ir a uma consulta pediatra

Em relação às faixas de idade de crianças ou adolescentes que devem ir ao pediatra, podemos mencionar a divisão feita pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Ela dividiu bebês, crianças e adolescentes em 6 categorias. Cada uma delas demanda um frequência distinta de idas ao pediatra. Veja:

  • Bebês com até 30 dias;
  • Bebês de 2 a 6 meses;
  • Bebês a partir de 7 meses;
  • Crianças a partir de 2 anos;
  • Crianças a partir de 6 anos; 
  • Crianças e adolescentes de 7 a 18 anos.

Essa divisão foi feita para que quem precisa de uma atenção mais redobrada ou frequente de seu pediatra possa ter o devido atendimento. Os jovens com um pouco mais de idade (próximos aos 18 anos) não têm a mesma necessidade que as crianças pequenas, por exemplo. Veja, a seguir, qual é a frequência ideal de idas ao pediatra em cada uma dessas faixas de idade.

Veja mais: Até que idade você deve levar a criança à consulta com o pediatra?

Frequência das consultas

Agora que você já sabe as divisões de faixa etária criadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria, veja a indicação de frequência da consulta pediatra:

Bebês com até 30 dias

Nessa faixa etária, é importante que sejam feitas 3 consultas com o pediatra. Isso é necessário porque o bebê recém-nascido precisa de um atendimento muito mais próximo ao médico, que pode diagnosticar qualquer problema (caso ocorra) logo nos primeiros dias de vida do bebê. Além disso, essa frequência de atendimentos serve para que a mãe possa sanar todas as dúvidas que tiver sobre os cuidados com o neném.

Bebês de 2 a 6 meses

Bebês um pouco maiores não precisam do mesmo tipo de cuidado e frequência de atendimento. Desse modo, apenas uma consulta por mês já é o suficiente para avaliar o bebê.

Bebês a partir de 7 meses

Conforme vão crescendo, os bebês demandam cada vez menos visitas ao pediatra. Porém, é importante que, nessa fase, pelo menos uma consulta a cada dois meses seja feita.

Crianças a partir de 2 anos

Chegando ao estágio de “criança”, é possível que uma consulta a cada três meses seja suficiente, o que é recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Crianças a partir de 6 anos

Quando a criança já está maior e começa a frequentar a escola, por exemplo, ela pode ir a apenas uma consulta ao pediatra a cada 6 meses.

Crianças e adolescentes de 7 a 18 anos

Por fim, quando a adolescência e a fase adulta começam a se aproximar, o ideal é que ao menos 1 vez por ano seja feita uma consulta médica pediátrica.

Importância de levar o filho ao pediatra periodicamente

Há uma grande importância em frequentar o consultório do pediatra com bebês, crianças e adolescentes. Antes da maioridade, a pessoa ainda está se desenvolvendo e, por isso, pode ter alguns problemas de saúde. Com a ida ao pediatra, é possível diagnosticar esses possíveis problemas e iniciar um tratamento precoce, o que é muito importante no tratamento de diversas doenças.

Conheça o trabalho do Clude

O Clude é uma plataforma que une médicos e pacientes. A partir disso, o Clude oferece consulta barata com pediatra e diversas outras especialidades, funcionando como a melhor alternativa aos planos de saúde. Dessa forma, a plataforma contribui para o desenvolvimento infantil saudável e adaptado à realidade da grande maioria das famílias do país.

Saiba ainda: Por que é importante levar a criança a consultas com pediatra?