Os exames oftalmológicos são essenciais para qualquer pessoa que esteja enfrentando algum tipo de dificuldade na visão. Esse tipo de exame deve ser feito com certa frequência para quem usa lentes corretivas e também para quem já tem uma idade avançada, em especial a partir dos 60 anos. 

Durante uma consulta ao oftalmologista, o paciente passa por alguns exames essenciais para verificar a lágrima e o fundo dos olhos, a acuidade da visão, os canais lacrimais, entre outros. Todos os exames oftalmológicos relacionados a esses aspectos podem ser feitos na própria consulta. 

Por isso, é interessante procurar por um profissional que já disponibilize esses exames durante o atendimento. Isso faz com que o paciente ganhe tempo e tenha mais praticidade, podendo receber um diagnóstico preciso no momento da consulta.

Neste post, você vai saber quais são os principais exames oftalmológicos realizados durante a consulta médica. Acompanhe!

Exames oftalmológicos essenciais

Alguns exames se mostram essenciais no trato com os olhos. Eles servem para diagnosticar problemas já existentes ou para verificar aspectos importantes na prevenção de patologias relacionadas às vias oculares. Veja quais são eles:

Exame de acuidade visual ou refração

Esse é o exame mais conhecido pelos pacientes que vão ao oftalmologista. No exame de acuidade visual, a pessoa é colocada em uma posição confortável e é pedido que ela olhe para um quadro com diversas letras. Cada grupo de letras possui um tamanho, de modo que é possível verificar como está a visão do paciente apenas se baseando na leitura do quadro mencionado.

Se o paciente só consegue ver grupos de letras maiores, é possível que ele esteja sofrendo de problemas como miopia e astigmatismo, por exemplo. Diversos podem ser os diagnósticos advindos do exame de acuidade visual, de modo que a consulta ao oftalmologista é essencial para que o exame seja feito da forma correta.

Exame de tonometria

O exame de tonometria é realizado para que seja feita a verificação da pressão dos olhos do paciente. Esse procedimento é relativamente simples, pois o oftalmologista precisa apenas projetar uma luz em cada olho do paciente e verificar o resultado do exame no mesmo momento.

O resultado pode ser auferido por meio de um aparelho de sopro ou de um aparelho medidor. Independentemente do aparelho utilizado, é importante que o exame seja feito com certa frequência, de 6 em 6 meses, por exemplo. Isso é feito para que haja um controle sobre a pressão dos olhos e ela não se torne um problema no futuro.

Exame de oftalmoscopia

O globo ocular é uma parte muito complexa do nosso corpo, de modo que até o seu fundo deve ser avaliado em uma consulta ao oftalmologista. Com a ajuda de um oftalmoscópio, o profissional avalia o fundo do globo ocular com precisão. Durante o exame, são avaliados o disco óptico, a retina, os vasos sanguíneos e o coróide.

Exame de movimentos oculares

Os movimentos com os olhos também são avaliados durante a consulta. Esse exame é baseado na percepção do profissional, que pede para que o paciente olhe para lados diferentes ou para algum objeto em determinado local. Enquanto o paciente faz isso, o oftalmologista avalia seus movimentos oculares.

Saiba mais: Como conseguir descontos em procedimentos médicos?

Como cuidar bem dos seus olhos com o Clude?

O Clude é uma alternativa aos planos de saúde no Brasil. Ele disponibiliza o acesso a oftalmologistas com consultórios bem equipados para realizar seus exames oftalmológicos. Entre para o Clude e faça consultas médicas e exames com descontos. Visite nosso site e veja o programa de saúde completo, individual ou familiar.

Veja ainda: Qual é a melhor alternativa para quem não tem plano de saúde?