O teleatendimento médico felizmente já é uma possibilidade nos dias atuais graças à popularidade de acesso à tecnologia, que torna isso possível. 

A necessidade de conversar com um profissional de saúde e receber solicitações de exames e receitas para medicamentos necessários costuma envolver uma série de inconveniências que, hoje em dia, podem ser facilmente solucionadas.

Isso acontece porque temos a oportunidade de conversar com um médico pela tela do computador, dentro da nossa própria casa, sem precisar arcar com custos de locomoção ou fazer um grande planejamento, que costuma envolver sair de casa e esperar a disponibilidade do profissional de ir ao nosso encontro.

Com toda a série de preocupações e cuidados oriunda da pandemia causada pelo novo coronavírus, e a necessidade de acompanhamento constante, que se torna mais comum e frequente em pessoas com mais de 60 anos, o teleatendimento médico para idosos se torna extremamente vantajoso, beirando ao necessário.

Evitar riscos de contágio pelo novo coronavírus (ou qualquer outro vírus!)

O novo coronavírus está sendo uma preocupação para os idosos e seus familiares, visto que eles são um grupo de risco. Ir a um consultório para trocar palavras com um médico e ter exames requisitados ou receitas para a compra de medicamentos, neste momento, é de um perigo bem alto. 

Ações antes corriqueiras, como esperar em uma sala, provavelmente fechada, com vários outros pacientes, apresentar-se a um médico que recebe muitas pessoas em um dia e ir marcar retorno em um consultório não são atividades seguras neste momento. 

Realizar consultas por teleatendimento permite que o idoso consiga conversar com o seu médico, receber qualquer solicitação necessária e terminar a consulta com a segurança de que não se expôs e nenhum tipo de perigo de contágio.

Não precisar se deslocar

Uma consulta médica já implica precisar contar com um meio de transporte e tempo de deslocamento para qualquer pessoa. No caso de idosos, esses problemas costumam ser mais difíceis de serem resolvidos. 

A maioria precisa contar com algum familiar ou cuidador para levá-los, pois a idade costuma trazer uma certa perda de autonomia e problemas de locomoção, ou dificuldades para dirigir e se localizar. 

Todos os transtornos para estar fisicamente em uma consulta são facilmente sanados com o teleatendimento médico, desde o tempo dispensado na viagem até a parte de transportar uma cadeira de rodas e um paciente potencialmente debilitado para longe da sua casa.

Diminuição de custos

Além de não precisar arcar com custos de transporte, o teleatendimento médico pode ser muito mais barato para o paciente do que consultas presenciais, já que o médico pode atendê-lo onde ele preferir.

Horários mais flexíveis

Muitas vezes, as pessoas se acostumam com horários alternativos de sono e atividade. Para idosos que podem não ter compromissos rotineiros durante o dia, isso se torna comum. 

Principalmente quando existe alguma preocupação com a saúde, esperar amanhecer para entrar em contato com um médico pode ser uma experiência bem desagradável. No Clude, os assinantes podem ter orientação médica 24h por dia, algo impraticável no mundo das consultas apenas presenciais. 

Conheça o Clude

O Clude é uma alternativa para quem não tem plano de saúde. Seus assinantes podem contar com orientação médica 24h por dia, 7 dias por semana, sem qualquer custo adicional, teleatendimento médico e uma rede credenciada para consultas presenciais, além de descontos em farmácias, exames e compras.

Veja mais: Quais consultas podem ser feitas pelo teleatendimento médico?