A gravidez é um período cheio de descobertas para a família, sendo marcado por bastante felicidade, nervosismo e, é claro, dúvidas. 

Algumas das mais comuns têm relação com a finalidade de exames e a diferença entre os principais deles. Dois dos principais procedimentos realizados ainda nos primeiros meses de gravidez são o ultrassom morfológico e o convencional, também chamado de obstétrico. 

Mas, afinal, qual a diferença entre eles? É sobre isso que falaremos neste artigo. Não deixe de ler até o fim.

O que é um ultrassom morfológico? 

Tendo por objetivo a avaliação e o acompanhamento do desenvolvimento do bebê dentro do útero, o ultrassom morfológico é um exame de imagem mais aprofundado.

Sua principal finalidade é a de diagnosticar doenças e malformações congênitas. O diagnóstico precoce de possíveis problemas tem grande impacto nas possíveis soluções que podem ser aplicadas, por isso esse exame é tão importante.

O ultrassom morfológico também é capaz de mostrar o sexo do bebê, um momento antecipado por muitos pais. A indicação médica é de que o processo seja realizado entre as semanas 18 e 24 da gestação.

Se você quer saber qual a melhor semana da gravidez para fazer um ultrassom morfológico, não deixe de conferir esse outro texto do nosso blog.

Qual a diferença dele para o exame convencional?

Apesar de serem exames bastante parecidos, tanto em aplicação quanto em resultado, existem algumas diferenças fundamentais que tornam ambos muito essenciais durante a gestação. 

A maior e mais importante diferença entre os dois exames está na qualidade da imagem. O exame de ultrassonografia morfológica tem uma imagem em melhor definição e, por isso, é mais eficiente em diagnosticar doenças na formação de órgãos e estruturas corporais. Além disso, ele pode diagnosticar a Síndrome de Down com 80% de precisão.

Enquanto isso, o exame de ultrassonografia tradicional tem por objetivo acompanhar a gravidez de forma mais rotineira, sendo realizado de três em três meses. Ele pode durar até 20 minutos, enquanto o morfológico costuma durar um pouco mais.

A ultrassonografia morfológica é indicada apenas quando a gravidez já está avançada, a fim de que as estruturas corporais do bebê já tenham se desenvolvido e o diagnóstico seja mais preciso. 

Leia também: Entenda para que serve o exame de ultrassom

Quais doenças o ultrassom morfológico pode diagnosticar?

Dentre as doenças que podem ser diagnosticadas pelo exame, destacam-se as seguintes:

  • Anencefalia;
  • Síndrome de Down;
  • Lábio leporino;
  • Malformações cardíacas; 
  • Hidrocefalia;
  • Malformações renais;
  • Problemas na espinha; 
  • Hérnia.

Como realizar exames pré-natal regularmente, mesmo sem plano de saúde?

A gravidez é um momento de muitos cuidados, e o ultrassom morfológico é apenas um deles. Se você precisa de um ultrassom morfológico barato, saiba que a alternativa para quem não tem plano de saúde está no Clude, uma plataforma de saúde voltada para a prevenção.

Assinantes do serviço têm acesso a orientação médica gratuita 24h, além de descontos em compras de farmácia, exames, consultas e cirurgias. Apenas uma assinatura basta para que você e toda sua família estejam protegidos.

Cuide da sua saúde sem se preocupar com períodos de carência ou taxas escondidas. Acesse nosso site e confira as condições!