Um problema bastante comum, a hérnia inguinal costuma atingir principalmente os homens. Existem várias maneiras pelas quais o quadro pode se desenvolver, podendo ser completamente assintomático ou fazer necessária a remoção por meio de procedimentos cirúrgicos.

Este artigo falará sobre os diferentes cenários nos quais pode ser realizada a cirurgia para remoção da hérnia inguinal, procedimento também chamado de hernioplastia inguinal, como ela ocorre e quais os cuidados necessários no pós-cirúrgico.

O que é a hérnia inguinal?

Ela caracteriza-se por uma elevação localizada na região da virilha e é causada pelo enfraquecimento da musculatura abdominal, que permite a passagem de uma parte do intestino.

Existem dois principais tipos de hérnia inguinal: a direta, comum em idosos e adultos, ocorrendo com mais frequência em decorrência de esforços que aumentam a pressão na região do abdômen; e a indireta, que é bastante regular em crianças e bebês, sendo decorrente de problemas relacionados à formação da musculatura.

Ambos os casos só podem ser tratados em definitivo por meio da cirurgia. Para fins de prevenção, a prática de exercícios de fortalecimento muscular é muito importante.

Como acontece a cirurgia de hérnia inguinal? 

A hernioplastia inguinal é indicada em casos nos quais a hérnia provoca sintomas como dores e desconfortos ao paciente, sendo um processo relativamente simples.

Uma das técnicas aplicadas nessa cirurgia é a laparoscopia, quando são realizados cortes na região abdominal e, então, é implantada uma tela sintética que funciona como um reforço de musculatura, prevenindo o desenvolvimento do quadro no futuro.

Ainda que esse quadro seja curado apenas por meio da intervenção cirúrgica, nem todos os casos são submetidos ao procedimento imediatamente. Alguns pacientes assintomáticos podem conviver com a hérnia inguinal sem maiores problemas, necessitando apenas de um acompanhamento médico regular.

A recuperação não demanda sacrifícios extremos, apenas evitar esforços por algumas semanas. É comum que pacientes sintam dores e desconfortos após a cirurgia, mas essas sensações são, usualmente, bastante toleráveis, durando apenas algumas semanas.

Como realizar uma cirurgia de hérnia inguinal sem depender da fila do SUS?

A hérnia inguinal, em seus casos mais graves, não é um quadro que pode ser negligenciado. Por isso, nem sempre uma cirurgia para correção do problema pode esperar os longos períodos impostos pela fila dos serviços públicos.

Mas, afinal, como é possível diminuir a fila de espera para cirurgia do SUS?

Assinantes do Clude têm acesso a mais de 50 tipos de cirurgia a preços especiais, com amplas opções de parcelamento e acompanhamento profissional de uma equipe de assistentes sociais. No Clude, você pode encontrar opções em cirurgia de hérnia inguinal a preço popular.

Além disso, o Clude também dá acesso a acompanhamento com nutricionistas a fim de ajudar na construção de hábitos de vida mais saudáveis e a prática de exercícios para fortalecimento dos músculos.

Acesse nosso site e confira todas as soluções que o Clude tem a oferecer para você e sua família.