As healthtechs são startups de saúde que oferecem soluções tecnológicas para aumentar a eficiência do acesso à saúde. O grande diferencial desse tipo de empresa é que ela pode funcionar de maneira totalmente remota. O atendimento a distância já era um benefício antes da pandemia, pois oferece praticidade e agilidade. No entanto, com a covid-19 ele se tornou uma necessidade para muitos pacientes.

Veja nesse post o que é uma healthtech e entenda como esse tipo de startup mudou o panorama da saúde. Acompanhe!

Conceito de healthtech

Para exemplificar melhor o que é uma healthtech, vamos utilizar o exemplo do Clude, que faz parte das centenas de startups de saúde no Brasil. O Clude é uma plataforma de saúde que oferece acesso facilitado a consultas, exames e cirurgias. Além disso, é possível adquirir medicamentos com até 60% de desconto por meio da rede de farmácias credenciadas da empresa.

O Clude se firmou como uma healthtech de sucesso por oferecer essas diversas soluções por meio do seu aplicativo e do cartão de saúde 360° oferecido ao cliente. As consultas podem ser feitas remotamente, aumentando a segurança e o conforto dos pacientes. A partir de todas essas características, fica claro que o sentido de uma healthtech é facilitar o acesso à saúde por meio da tecnologia.

Veja mais: 3 desvantagens da contratação de um plano de saúde

Como elas mudaram o panorama da saúde

A saúde no Brasil podia ser acessada de três formas: pelo SUS, com planos de saúde ou por meio de pagamentos particulares. Porém, esse sistema já não funcionava adequadamente há muito tempo. As grandes filas do SUS não paravam de crescer. Inclusive em um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) foi constatado que o Brasil perdeu 40 mil leitos entre os anos de 2009 e 2019. Mais da metade desses leitos pertenciam à rede pública.

Além disso, os altos preços dos planos de saúde acabam impedindo que muitas pessoas recebam serviços de saúde de qualidade. Este ano, por exemplo, o índice do reajuste dos planos de saúde foi estabelecido em 8,14%. Esse número já assusta muitas pessoas que começam a repensar se vão poder continuar com o plano ou se essa estratégia de saúde realmente vale a pena.

A partir de tudo isso, as healthtechs começaram a surgir e a crescer. Primeiro aos poucos e depois de uma forma avassaladora, mudando totalmente o rumo da saúde no Brasil e no mundo. Para se ter uma ideia, em 2018 existiam apenas 288 healthtechs no Brasil, em 2019 esse número foi para 386 e em 2020 o número saltou para 542. 

O grande boom das healthtechs ocorreu nos últimos 5 anos. Desde aquela época elas já ofereciam diversos benefícios e diferenciais que chamam a atenção do público, o que é um ponto positivo, já que elas ainda têm potencial para se desenvolverem ainda mais.

Com a pandemia do novo coronavírus e a aceleração da transformação digital, é esperado que neste ano ainda mais startups da saúde surjam no mercado. O investimento nessa área será muito proveitoso para todos nós, pois poderemos contar com healthtechs de alta qualidade, como o Clude, por exemplo.

Aproveite os benefícios que o Clude oferece

Se você não tem plano de saúde ou deseja migrar para uma opção mais barata, precisa conhecer o Clude! Ele é uma healthtech que oferece um programa de saúde completo. O sistema do Clude funciona por meio de um aplicativo com inteligência artificial e o atendimento é feito por profissionais da saúde, como médicos e enfermeiros.

Saiba ainda: Healthtechs: o papel das startups que desenvolvem tecnologias para otimizar o sistema de saúde