O impacto do avanço tecnológico é nítido em muitas áreas da nossa vida, mas em nenhuma delas isso se torna tão essencial quanto na saúde. Qualidade de vida, afinal, é um direito de todos e, se a tecnologia pode ajudar a garantir o acesso a esse recurso, só temos a comemorar. 

O uso de tecnologias na medicina não é uma prática nova, mas vem se atualizando a cada ano, promovendo inúmeras novas possibilidades, tanto para médicos quanto para pacientes. O fortalecimento das chamadas healthtechs é apenas uma dessas novidades.

Quer entender melhor esse termo? Então não deixe de conferir este artigo. 

O que são as healthtechs? 

Esse termo pode parecer complicado, mas trata-se apenas da junção das palavras saúde e tecnologia em inglês. As healthtechs, portanto, oferecem soluções inovadoras por meio da aplicação de tecnologias para otimizar sistemas de saúde, seja na prevenção, diagnóstico ou tratamento. 

Esse segmento é composto, em sua maioria, por empresas dinâmicas, e seu maior objetivo é aplicar todas as facilidades da tecnologia para melhorar o atendimento de pacientes, desde a admissão até a alta. 

Além disso, health techs também têm foco no cuidado de prevenção, uma das principais ferramentas de qualquer pessoa preocupada com a saúde. 

Leia também: Tecnologias que estão transformando a saúde

Em quais aspectos da saúde uma healthtech pode ajudar? 

Nós sabemos que a gestão de saúde, principalmente no Brasil, ainda tem muito a melhorar. As healthtechs oferecem, portanto, um olhar fresco sobre o mercado e a aplicação de soluções que nunca estiveram disponíveis antes. Entenda melhor todas as maneiras pelas quais uma startup de saúde pode ajudar nesse mercado. 

Democratização do acesso a médicos

Pesquisa promovida pela Faculdade de Medicina da USP e os conselhos de medicina Federal e de São Paulo apontam que, ainda que o Brasil tenha muitos médicos, a maioria deles está concentrada na região Sudeste. 

Por isso, localidades afastadas sofrem com a escassez de médicos, até mesmo para consultas básicas. Com o uso da telemedicina, é possível solucionar parte desse problema, proporcionando um atendimento rápido e de qualidade, ainda que à distância.

Redução das filas de espera do SUS

Com o uso da telemedicina, é possível garantir o acesso a consultas de maneira menos burocrática, seja com médicos especialistas ou clínicos gerais. Esse recurso ajuda, portanto, a desafogar as longas filas de espera para o Sistema Único de Saúde enquanto proporciona um atendimento de qualidade.

Cuidado com a prevenção de doenças graves

A melhor forma de prevenir-se contra doenças é realizar consultas regulares. No entanto, isso pode ser muito difícil para aqueles que não contam com a cobertura de planos de saúde. 

As healthtechs têm o objetivo de disponibilizar o acesso a essas consultas por preços reduzidos, aumentando as chances de exames preventivos sejam feitos com maior frequência.

Clude: a healthtech do presente

O Clude é uma plataforma em que assinantes de todo o Brasil têm acesso a orientação médica durante todas as horas do dia, sempre que precisarem. Sem filas de espera ou carência, essa healthtech oferece, por meio da telemedicina, uma opção viável para aqueles que não tem plano de saúde, mas ainda querem se cuidar. 

Assinantes do Clude também têm acesso a teleconsultas a preços reduzidos e consultas presenciais a preços populares nas mais diversas especialidades. Além disso, o Clude oferece descontos em mais de 26.000 farmácias e estabelecimentos por todo o Brasil.

Acesse nosso site e entenda como a tecnologia pode ajudar você a cuidar da sua saúde hoje.