Uma das doenças mais comuns em mulheres, o câncer de mama manifesta-se principalmente após os 40 anos. Ainda que outubro seja o mês de conscientização sobre a importância do exame, as mulheres devem estar atentas à questão durante todo o ano. 

Pesquisas apontam as chances de cura são maiores quando o diagnóstico é feito em estágio iniciais da doença, por isso, exames regulares são mais que essenciais. 

Apesar disso, a mamografia pode ser um exame caro, principalmente para aquelas que não contam com planos de saúde. Neste artigo, vamos explicar algumas das opções para mulheres que desejam realizar uma mamografia mais barata. 

O que é a mamografia?

Também conhecida como mastografia, esse é um exame de imagem complementar. O procedimento é realizado por meio de um mamógrafo e tem o objetivo de identificar microcalcificações, assimetrias, lesões e nódulos nas mamas. 

Mamografias tendem a ser exames curtos, durando em média 30 minutos. Além disso, esse é um procedimento que gera desconforto, mas sua tendência é ser indolor. Lembre-se de evitar marcar a consulta na semana anterior ao seu ciclo menstrual, quando os seios estão mais sensíveis. 

Usualmente, o exame é realizado por um médico radiologista, oncologista ou mastologista, que também é responsável por interpretar os resultados dos exames. Os números apontam que, graças ao exame preventivo, a taxa de mortalidade entre mulheres com câncer de mama foi reduzida em 20%. 

Por que a mamografia é importante? 

Ainda que o histórico familiar seja um grande fator de risco, ele não é o único elemento decisivo quando o assunto é a possibilidade de uma mulher desenvolver ou não o câncer de mama: aproximadamente 85% das mulheres que apresentam a doença não têm casos na família.

Percebe-se, portanto, a importância de um acompanhamento médico regular a fim de que qualquer anormalidade seja detectada ainda em suas fases iniciais, aumentando consideravelmente as chances de sucesso do tratamento. 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), as orientações são que, em mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, a mamografia de rastreamento seja realizada a cada dois anos. Já para mulheres com fatores de risco elevados, os exames periódicos podem acontecer desde os 35 anos.

Mamografia mais barata: qual a alternativa para quem não tem plano de saúde?

O preço de uma mamografia, seja ela comum ou digital, pode variar de R$ 150 a R$ 220, dependendo do laboratório. 

Não contar com a rede conveniada de um plano de saúde não deve ser um obstáculo na realização do exame; existem opções para mulheres que desejam realizar mamografias mais baratas regularmente. O Sistema Único de Saúde, por exemplo, oferece o exame gratuitamente, bastando uma ligação para marcar a consulta. As filas de espera, no entanto, podem ser bastante extensas. 

Nem sempre, no entanto, esse exame pode esperar. O Clude, plataforma de saúde focada na prevenção, oferece o acesso a exames de rotina, como a mamografia, a preços mais viáveis. Assinantes podem realizar uma mamografia mais barata: em média, R$ 77,00.

Acesse o site do Clude e saiba como nós podemos te ajudar a prevenir o câncer de mama, oferecendo acesso a mamografias a preços populares.