Os medicamentos de uso contínuo são remédios utilizados por muitos brasileiros. Esse tipo de medicamento, que pode ser de referência, genérico ou similar, é recomendado para pessoas que estão fazendo o tratamento de algum tipo de patologia que demanda remédios de uso contínuo

Se você ainda não sabe qual a diferença entre o medicamento de marca, genérico, referência e similar,  basta ler esse texto em nosso blog para conhecer mais profundamente o assunto. 

Para exemplificar, podemos usar o antibiótico, que pode ser administrado durante um período contínuo ou em doses intercaladas. Isso significa que o medicamento de uso contínuo não tem aplicação intermitente, mas sim ininterrupta durante o tratamento.

Quem deve usar esses medicamentos

A necessidade de utilização dos remédios de uso contínuo varia muito de acordo com a patologia e com o tratamento destinado ao paciente. Para usar esse tipo de medicamento, é preciso ir até um médico e verificar se ele identifica a necessidade de administração de remédios para utilização contínua. 

Somente nesse caso o paciente deve utilizar a medicação dessa maneira. É sempre bom lembrar que a automedicação não é recomendada, pois pode causar danos graves à saúde dos pacientes. Por isso, sempre busque o auxílio de um profissional da medicina antes de tomar medicamentos intermitentes ou de uso contínuo.

Principais erros de quem toma medicamentos de uso contínuo

Existem alguns erros que as pessoas cometem ao utilizar medicamentos de uso contínuo que podem causar riscos à saúde. Esses riscos podem ser de natureza leve, média ou grave, de modo que é preciso sempre estar atento e procurar um médico no caso de qualquer efeito adverso durante o tratamento. Veja os principais erros a seguir.

Não ter atenção aos efeitos colaterais

Efeitos colaterais podem aparecer durante a utilização de praticamente qualquer medicamento. A partir disso, caso o médico não tenha alertado sobre algum efeito e o paciente identifique essa situação, a melhor opção é ir até o profissional e relatar o que está acontecendo.

Não avisar o médico sobre a gestação

Alguns medicamentos, sejam eles de uso contínuo ou não, não podem ser administrados durante a gestação. O uso de remédios “proibidos” para gestantes pode causar danos à saúde do bebê e da mãe. Dessa forma, é essencial que o médico seja avisado no caso de gravidez durante qualquer tratamento que envolva o uso medicamentos.

Usar medicamentos sem prescrição

Como dito anteriormente, a automedicação é uma prática comum e muito perigosa. Medicamentos de uso contínuo administrados sem prescrição médica podem tornar-se potencialmente danosos à saúde. O ideal é sempre tomar medicamentos prescritos e necessários ao tratamento.

Como utilizar remédios de uso contínuo

Os medicamentos de uso contínuo devem ser administrados com cuidado, sempre respeitando a orientação do profissional da saúde presente na receita médica. Além disso, é importante deixar claro para o médico se existe uma gravidez ou se o paciente está consumindo bebidas alcoólicas durante o uso, pois, em alguns casos, o consumo de certas substâncias pode ser extremamente prejudicial à saúde.

Como o Clude pode ajudar no seu tratamento

O Clude é a opção ideal para quem não quer ou não tem condições financeiras de adquirir um plano de saúde. A empresa oferece acesso a serviços médicos por meio da tecnologia, possibilitando que as pessoas façam consultas médicas online. O Clude também conta com um plano de descontos nos mais diversos medicamentos, inclusive desconto em remédios de uso contínuo

Além disso, saiba como conseguir descontos em medicamentos em nosso blog.