Existem alguns exames de rotina que devem ser solicitados no check-up ginecológico. Alguns deles são voltados ao útero, ovários e mamas. Os exames de rotina – sejam exames ginecológicos ou de qualquer outro ramo da medicina – são muito importantes para prevenir doenças e diagnosticar patologias o mais cedo possível.

Confira neste post os principais exames do check-up ginecológico. Acompanhe!

Ultrassonografia

A ultrassonografia realizada na ginecologia é a pélvica. Ela é um exame de imagem que ajuda o médico a ter uma visão mais precisa do útero e dos ovários da paciente. Isso faz com que doenças como ovários policísticos e endometriose sejam detectadas e até prevenidas. 

Para fazer o exame é preciso que um transdutor seja inserido na vagina ou na barriga. O procedimento feito pela via vaginal se chama ultrassonografia transvaginal. Neste caso, o exame também é indicado para identificar e monitorar diversos aspectos do bebê durante uma gravidez.

Papanicolau

O exame de papanicolau é um dos mais importantes para a prevenção da saúde feminina. Ele é feito por meio de uma raspagem do colo do útero que retira uma pequena amostra dessa parte do corpo. A amostra é enviada para análise laboratorial a fim de identificar infecções vaginais, alterações nas células, câncer do colo do útero, entre outros problemas.

Mamografia

A mamografia é um exame do tipo radiológico, utilizado para obter imagens precisas da parte interna das mamas. Ela é muito utilizada para realizar o diagnóstico do câncer de mama, pois detecta precocemente a presença de tumores – que podem ser malignos e nem sempre causam qualquer tipo de sintoma à paciente.

Quando os exames ginecológicos são indicados?

A ultrassonografia pélvica ou transvaginal é indicada entre a 6ª e a 12ª semana de gravidez. Caso a paciente não esteja grávida, o ginecologista pode pedir esse exame em forma de check-up de rotina com uma frequência semestral, anual ou outra que o profissional considerar mais indicada a depender do histórico e das circunstâncias da paciente.

O papanicolau só pode ser feito em mulheres acima de 21 anos ou que já tiveram relações sexuais. A frequência ideal para a realização do exame é a cada três anos, mas também é recomendado que antes de esperar os três anos a paciente passe por dois exames desse tipo com o intervalo de apenas um ano entre eles.

Segundo o Ministério da Saúde, quando uma mulher completa seus 50 anos de idade a frequência ideal da mamografia passa a ser a cada dois anos. Entretanto, essa frequência deve ser decidida pelo médico da paciente, que pode solicitar exames mais frequentes em caso de sintomas ou histórico de câncer de mama na família.

Consultas de rotina ao ginecologista 

Fazer consultas de rotina é muito importante em qualquer área médica, mas para as mulheres a ida ao ginecologista faz toda a diferença. Para se ter uma ideia, estima-se que 1 em cada 10 mulheres desenvolvem câncer de mama ao longo da vida. Com um diagnóstico precoce as chances de cura chegam a 95%. Daí a importância de fazer consultas médicas e conversar com o profissional sobre exames de rotina.

Conheça a alternativa ideal ao plano de saúde: Clude

Agora que você já sabe quais são os principais exames, saiba o que perguntar para o seu ginecologista. A plataforma do Clude oferece descontos em consultas médicas e facilita o acesso da paciente a um ginecologista barato para marcar atendimento ou realizar exames ginecológicos. Entre no site do Clude e saiba mais sobre todos os serviços oferecidos!

Veja ainda: Como se preparar para uma consulta ao ginecologista?