endometriose
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Março amarelo: mês da conscientização da endometriose

O março amarelo é o mês da conscientização da endometriose, doença que atinge cerca de 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva em todo o mundo, sendo que no Brasil esse número chega a 7 milhões de brasileiras afetadas pela doença, segundo as estimativas do Ministério da Saúde.  

Mas afinal, o que é a endometriose e quais são os seus sintomas e impactos? A endometriose é uma afecção em que o tecido que normalmente reveste o útero, o endométrio, cresce fora do útero, podendo estar presente nos ovários principalmente, além de regiões como as tubas uterinas e o intestino. Os sintomas mais comuns são irregularidade menstrual, dor pélvica crônica e possibilidade de infertilidade. Mas também pode gerar sintomas como dores lombares, nas pernas e articulações e durante a relação sexual, dor à evacuação e ao urinar, inchaço abdominal, gases, constipação e diarreia. 

Além de que, vivenciar a dor crônica, ou intermitente, afeta a saúde emocional e mental, gerando também impactos na vida social. O sofrimento psíquico causado por estes sintomas gera impactos na esfera emocional da mulher, como o desenvolvimento de distúrbios que comprometem a qualidade de vida, com taxas mais elevadas de depressão e ansiedade. Além disso, o estresse crônico provocado pela endometriose gera sentimentos de desvalia, incapacidade e isolamento. 

Outro ponto importante, é que os sintomas estão associados ao período menstrual e isso faz com que as mulheres pensem que são sintomas normais e esperados. Segundo Kaatz, os sintomas físicos da endometriose são atribuídos a “ser mulher” e por isso não são reconhecidos como fora do comum. 

tratamento da endometriose comprovado diante do quadro clínico da doença, é o tratamento clínico, ou seja, a realização da investigação e acompanhamento com o(a) profissional médico(a) ginecologista. Realizado por equipe interdisciplinar, com terapia medicamentosa, hormonal e analgésica, sendo a escolha na ausência de indicações cirúrgicas. Ainda, quando necessário, as terapias complementares como a atividade física, fisioterapia, acupuntura e psicologia podem ser indicadas. De modo que o principal objetivo do tratamento clínico é o alívio dos sintomas e a melhora da qualidade de vida.

Sendo assim, frente aos múltiplos impactos causados pela doença, é necessário que seu tratamento e acompanhamento ocorram de forma multidisciplinar, ou seja, que as medidas implementadas auxiliem a mulher em todos os aspectos afetados pela endometriose. Esta complexa situação biopsicossocial deve ser acolhida e compreendida pela equipe interdisciplinar desde o primeiro momento, a fim de aprimorar o plano de cuidados e melhorar a qualidade de vida₅. 

 No Clude, entendemos todos os aspectos essenciais para o tratamento da mulher com endometriose e estamos prontos para oferecer suporte 360º multiprofissional. Possuímos médicos especialistas em Ginecologia que realizam consultas através de vídeo consulta e, também, presencialmente por nossas redes credenciadas com até 70% de desconto. Além disso, o Clude oferece descontos na realização de exames e medicamentos. Ainda, contamos com uma equipe de enfermagem capacitada para acolher, orientar e traçar planos de cuidados respeitando a individualidade de cada mulher, além de psicólogas que são essenciais para o cuidado emocional que a doença demanda. Assim como, o profissional educador físico que pode auxiliar na prática de atividade física como complementariedade.  

Laura Morgado

Laura Morgado

Enfermeira pela Universidade de São Paulo (USP); ex-integrante da Liga de Enfermagem em Cardiologia da USP; desenvolveu projeto de pesquisa aprovado em 2021 na área de saúde da mulher com endometriose; tendo participado do cuidado no departamento de pacientes graves do Hospital Israelita Albert Einstein em 2021, assim como realizou voluntariado no enfrentamento ao COVID no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP em 2020. Atualmente, é enfermeira no Clude Saúde, atuando no monitoramento dos pacientes e no desenvolvimento de protocolos assistenciais de saúde.
Clude ©  2022. Todos os direitos reservados.